fbpx
Escolha uma Página

Quer ter sucesso na advocacia? Não abra um escritório.

por | Clientes, Desenvolvimento, Organização | 4 Comentários

JUNTE-SE A MILHARES DE ADVOGADOS

Receba conteúdo exclusivo para advogar na prática

Quero Receber

Uma grande dúvida dos advogados iniciantes é como deve ser os seus escritórios. Muitos acreditam que a única forma de advogar é ter um escritório ou trabalhar para alguém.

A faculdade de direito nos ensina técnica jurídica para exercer várias profissões, dentre elas a advocacia. Mas, não aprofunda os conhecimentos de cada profissão específica.

Saber a técnica jurídica é essencial. Mas, o advogado é muito mais do que isso. Advogado de sucesso é aquele que já entendeu que precisa ser advogado e empresário.

Mas a faculdade de direito nem passa perto de ensinar a ser empresário. É como se o recém-formado fosse jogado numa guerra com apenas um canivete na mão.

Com tudo isso.. parece lógico para o recém advogado que advocacia só pode ser exercida com um escritório próprio ou em escritório de outra pessoa.

E se eu te falar que você pode ter muito mais sucesso do que imagina se optar por NÃO TER UM ESCRITÓRIO.

Home office é o sonho de muitos advogados, porque traz flexibilidade e liberdade.

E hoje vou te contar como é possível ter o seu home office e como esse é um dos melhores caminhos para o seu sucesso como advogado.

Já passamos a marca de 1 milhão de advogados no Brasil, o que representa 0,5% de toda a população do país.

Você deve ouvir isso o tempo todo.

Num ambiente extremamente competitivo, você precisa encontrar formas de se destacar.

Fazer melhor e diferente.

Pense comigo para que serve um escritório de advocacia?

… talvez você me diga para atender clientes
… para fazer as peças processuais
… para mostrar para os meus colegas

Seja qual for a razão que você pensou, nenhuma delas será “porque é a única forma de advogar”.

Você não precisa de um escritório físico para atender seus clientes e tão pouco para fazer as peças.

Além do mais, ter um escritório físico tradicional vai fazer você perder muito tempo e dinheiro.

Foque no que realmente importa e atinja o sucesso profissional bem antes do que você imagina.

Não espere o cliente para na sua porta. Use a internet ao seu favor.

Eu acredito que o marketing boca a boca funciona, mas hoje você tem acesso a ferramentas que podem superar o marketing boca a boca e alavancar o seu escritório.

Uma dessas ferramentas se chama tráfego orgânico. Você sabe o que isso significa?

Na verdade.. é bem similar ao “boca a boca” que o seu cliente faria no escritório tradicional. Mas quem está te dando a indicação é o sr. Google.

É tudo na rede, funciona o tempo todo, você pode atingir pessoas que nunca imaginou…

Tráfego orgânico basicamente são todas as pessoas que visitam seu site pela busca no Google. Sem você pagar nada.

Isso é muito parecido com boca a boca que tanto falam. Imagine que essas pessoas entrando no seu site, são as pessoas entrando no seu escritório tradicional..

.. Mas aqui não há limites físicos. Só há a imensa rede virtual.

Para você ter tráfego orgânico alguns passos são importantes.

O primeiro, ter um site.

E o segundo, é ter conteúdo.

Ter um blog, passar conteúdo útil e importante ao seu leitor é fundamental. É importante que você dê algum motivo para o leitor entrar e ficar no seu site.

Ele vai entrar para conseguir a informação que ele precisa. Dê essa informação para ele e tenha ele fiel e grato a você.

Para escrever um conteúdo útil e importante é necessário:

1. Conhecer o seu público alvo
É muito diferente você escrever para uma pessoa de 20 anos ou de 50, empresário ou empregado. Conhecer o seu público te ajuda a ter um texto que seja do interesse dele.

2. Escrever para o seu cliente
É importante, que seu público se identifique com o seu texto. Saiba o que ele gosta, quais são seus medos e dúvidas.

3. Não ter medo de dar informação boa
Esse é o principal motivo das pessoas não terem sucesso com blogs e posts. As pessoas têm muito medo de dar informação realmente boa.

Você precisa prender a atenção do seu cliente. Se a informação não for boa, ele vai embora. É inevitável.

Não importa se a sua marca é bonita, se seu site é fofinho. Se o conteúdo for ruim ele vai te abandonar.

Por isso, não tenha medo de dar informação boa e útil. Talvez um ou outro leitor pode conseguir fazer tudo sozinho, apenas lendo os seus conteúdos.

E isso é ótimo, porque ele vai ficar feliz com você e vai te indicar. (lembra do boca a boca!?)

No marketing chamamos isso de reciprocidade. Você dá algo gratuito e essa pessoa se sente na obrigação de retribuir.O marketing de conteúdo traz inúmeros benefícios, os principais são:

  1. Bem social, com informação útil e acessível à sociedade
  2. Cliente pronto para fechar contrato, sem ter um monte de dúvida e perguntas simples
  3. Autoridade para você, os clientes não terão dúvida que você sabe, e a internet não mostra idade e experiência, mostra conhecimento

Ah.. então, entendi. É só escrever e esperar a mágica acontecer!?

Isso até pode dar certo, mas talvez demore muito..

Por isso não basta você escrever conteúdo e ficar esperando. Você precisa ajudar o google te encontrar, para que ele te coloque nas primeiras páginas de buscas..

.. e você consegue isso através do SEO.

 

A maneira mais eficiente do cliente te encontrar… SEO

SEO, significa Search Engine Optimization (otimização dos motores de busca, em tradução livre)

Quando você pesquisa algo no google, ele vai procurar em toda a internet e qual a página que tem as maiores chances de te dar o que você procura.

É como se ele tivesse uma biblioteca enorme e em questão de segundos precisasse te dar indicação do que ler.

O google quer fazer isso de forma rápida e eficiente. Por isso ele criou parâmetros automáticos que mostram quais as chances do seu texto ter as informações pesquisadas.

O google faz isso pensando no cliente dele. Se a pesquisa do cliente dele for bem sucedida, ele vai ter clientes fiéis.

Entender de SEO é muito importante, é a diferença de vocês estar na primeira página ou na décima.

Vou te dar algumas dicas rápidas de como melhorar o SEO:

  1. Tenha um site rápido e responsivo (que se ajusta para o celular)
  2. Adote a linguagem do seu cliente. Abandone o advoguês
  3. Ofereça textos longos e com conteúdo do começo ao fim. Não é para “encher linguiça”. Textos bons tem entre 1 mil e 2 mil palavras
  4. Faça do seu jeito. Não tente copiar os outros. Escreva com a sua própria identidade.

Não tenha medo.. a construção de um blog vai te trazer resultados excelentes. Não pense que é fácil, no começo vai parecer que não vai dar em nada.

Mas experiência de quem faz isso (eu! hehe) dá certo. Muito certo. Se você está aqui, lendo meu post, é prova de que dá certo =)

 

E o código de ética da OAB?

Essa é a campeã de todas as dúvidas.

Muitas gente tem medo da OAB na hora de fazer marketing de conteúdo.

A OAB é muito importante para todos os advogados e para a sociedade. Ela regula a concorrência desleal e protege a sociedade e os advogados.

Mas ela não proíbe o advogado de atuar. Muito pelo contrário.

Ela garante o melhor cenário possível para isso.

O marketing de conteúdo é relativamente novo na advocacia. Mas já temos várias decisões da OAB para permitir ou proibir.

Cada caso, será sempre único. Mas vou te dizer de forma simples o que ela proíbe e o que ela permite.

OAB proíbe:

  1. Advogado prometer ganho da ação, mesmo que seja indiretamente
  2. Advogado entrar em contato ativamente com os possíveis clientes

OAB permite:

  1. Advogado dar informações sobre direitos e deveres da sociedade
  2. Advogado atender os clientes que vem até ele espontaneamente seja no seu escritório ou na internet

O marketing de conteúdo presta um bem para a sociedade.

Você mantém os cidadãos mais informados dos seus direitos e deveres.

E isso vai totalmente de encontro com a intenção e finalidade da OAB.

E também, o próprio cliente entra em contato com você, seja para ler os seus posts ou para agendar um horário de atendimento.

Por isso, não se preocupe. Tire dúvidas com a sua seccional se preciso. Mas saiba que ter um blog não vai contra a OAB.

 

Não atenda todo mundo!

O advogado, especialmente o iniciante, tem vontade de fechar todos os contratos possíveis..

Pode parecer bom no começo, ou até necessário, mas depois isso vai ser um problemão.

Foque em ficar na sua área de atuação. Perder um contrato pequeno hoje, vai te dar força e energia para pegar o contrato que você realmente quer amanhã.

Com o marketing de conteúdo você vai receber mensagem de muitos clientes..

E algumas ações não vão valer a pena.

(pra saber se vale a pena.. é importante saber quanto cada processo custa para você!)

Você não precisa simplesmente dispensar o cliente. Busque parceiros. Mas não perca o seu tempo atuando em uma ação só pelo dinheiro.

Lembre-se que o tempo é o seu recurso mais valioso. E perder tempo com ações que não valem a pena é a chave para o fracasso.

 

Como vou atender sem ter um escritório?

Para atender o cliente você pode optar por atender presencialmente, por videoconferência ou mesmo só por email.

Como vou atender presencialmente se eu não tenho escritório?

Essa é fácil.. e talvez você nem tenha tido essa dúvida.

Você pode atender em coworking, sala específica do seu prédio residencial, sala de escritório de parceiros, bate papo num café legal da sua cidade, ir até o seu cliente..

A melhor estratégia vai ser a que se encaixa no seu estilo de trabalho e ao tipo de cliente que você atende.

Por exemplo.. se você atende empresas, é comum que você já até elas.

É importante criar o seu próprio procedimento. O seu modelo.

Lembre-se que com o marketing de conteúdo o cliente já te conhece. Você já provou que sabe de direito.

Vai ser muito mais fácil fechar contrato e quebrar aquela frase que todo advogado iniciante ouve: “mas como você é novinho”.

Você já provou que sabe. Se o seu cliente chegou até você, já leu seus posts.

Com marketing de conteúdo você fecha mais contratos e escolhe os clientes que vai atender.. acredite é possível.

 

Precisa ter telefone?

Essa também vai ser uma decisão sua.

Nos modelos atuais de trabalho, é possível não ter telefone.

O cliente pode entrar em contato com você apenas pelo site ou pelo email.

O importante é você justificar não ter telefone por opção e estratégia.. não por não ter espaço físico.

Como a gente conta a história para o cliente conta mais do que a história em si. Você não vai mentir para o seu cliente, mas vai contar a melhor versão da verdade =)

Se você achar indispensável ter telefone, hoje existem serviços especializados nesse tipo de atendimento, sem você precisar ter uma secretária para atender o telefone.

Com esses serviços, o cliente entra em contato e parece que está falando com a secretária do seu escritório.

Caso você não faça questão do ter telefone.. Existe uma ferramenta muito legal que te ajuda a se organizar e deixar muito profissional o seu trabalho.

Essa ferramenta se chama reservio. (e é gratuito)

Você diz quais são os dias e horários que você atende e a pessoa agenda sozinha, e na hora recebe email e sms com o agendamento.

A ferramenta até envia mensagem lembrando o seu cliente do horário marcado na data mais próxima.

Tudo automatizado.

E você apenas administra a sua agenda!

Fácil não é?

Como receber e arquivar documentos?

Você pode receber os arquivos por email, por whatssapp ou por serviços especializados em envio de arquivos.

Esse último é interessante se a sua área exige vários documentos do cliente, como o direito tributário, por exemplo.

Para arquivar.. a palavra-chave é nuvem..

Arquive tudo digitalmente. Eu utilizo e gosto do google drive. Mas existem outras opções =)

Os documentos que precisam ser assinados, podem ser assinados digitalmente. Ou você pode utilizar envio por correios.

Audiências.. perícias.. Como fazer se eu não tenho um escritório?

Talvez você não ache que isso seja um problema. Mas muita gente acredita que precisa ter um escritório físico para se organizar.

Hoje em dia.. tudo está mais fácil.

Vou falar de duas ferramentas que vão te auxiliar. Você pode advogar sem fazer uma única audiência se quiser.

Eu quero que você solte as amarras da advocacia tradicional. Quero que pense e faça diferente.

Tudo é possível. Não utilize os modelos tradicionais.

Se você for atender somente na sua região, fica fácil. Basta ter um controle de processos e agenda. O mesmo controle que você teria num escritório físico tradicional.

Se você optou por atender no Brasil todo, você pode viajar para fazer as audiências e perícias.

Você pode, e deve, cobrar essa viagem do seu cliente.

Ou você ter advogados na região para fazer esses atos por você.

Para entrar em contato com essas pessoas é bem fácil e existem empresas que auxiliam isso. Duas delas são:

  1. Minhas audiências
  2. Jurídico Certo

As duas te auxiliarão a encontrar serviços jurídicos em todo o Brasil. Fácil e rápido.

Quer pensar diferente? Quer ter sucesso?

De tudo o que disse.. uma coisa tem que colar na sua cabeça.

Não há limites.

Não há amarras.

Só existe uma coisa entre você e o seu sucesso: Os nãos que você acha que existem.

Fazer vídeo – vídeo curto – 2 ou 3 minutos! (se apresentar)

Advogar sem ter escritório é possível e fácil hoje em dia. O home office não é impossível para o advogado, ao contrário combina muito com o estilo de trabalho da advocacia.

Pense e faça diferente.

Ter um escritório tradicional pode ser o primeiro passo para o seu fracasso.

Você inicia a carreira assumindo vários custos que não precisaria ter. E como eu te mostrei aqui existem várias formas diferentes de advogar e construir a sua carreira.

Escritório de sucesso é aquele que dá dinheiro, não aquele que tem uma estrutura física maior.

Deixa um comentário aqui pra mim e me conta o que você gostaria de saber mais detalhes..

Artigos Relacionados

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

Ei!?
O que você achou deste conteúdo? Conte pra mim aqui nos comentários ↓

4 Comentários

  1. Cristiana Lemos

    Adorei! Tenho somente 6 meses de OAB, estou advogando sem espaço próprio. Tenho muita vontade de montar meu escritório, mas com estas dicas já estou desistindo. Realmente, é possível advogar sem escritório. Excelente postagem.

  2. João Neto

    Muito bom, Luciana. Parabéns!

    Fiquei em dúvida com uma coisa bastante simples, mas que só atentei após sua publicação: cartões de visita. Em algum momento do post você disse que é proibido entrar em contato ativamente com possíveis clientes. Pois bem, quando eu entrego um cartão para um frentista de posto de combustível que já conheço há um tempo porque sempre abasteço lá e agora resolvi adentrar a área de contagem especial do tempo para aposentadoria e penso que ele pode ser um possível cliente. Isso seria um exemplo dessa proibição que você citou?

  3. Luciana Beltrão

    Olá, João.
    Obrigada pelo feedback positivo 🙂 Me deixou muito feliz.
    Quanto a sua dúvida, pode ficar tranquilo. Nada te impede de entregar o seu cartão de visita para a sua rede de contatos e possíveis clientes que você conversa no seu dia a dia. O que não pode é você ir pra frente do INSS e sair distribuindo pra todo mundo que sai de dentro da agência.
    Abraço, Luciana!

  4. Luciana Beltrão

    Olá, Cristiana.
    Me sinto realizada quando vejo comentários como o seu. A intenção desse post é exatamente essa, mostrar novas possibilidade de advogar sem ter que investir um monte de dinheiro logo de cara.
    O post Quanto custa abrir um escritório de advocacia te dá uma planilha bem legal, que você pode calcular quanto você precisa pra abrir um escritório.
    Obrigada por compartilhar parte da sua história.
    Forte abraço, Luciana!

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *